Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De capacete e batom

De capacete e batom

18
Abr16

Da serra ao mar

Dora Sofia

O convite era claro.

Queres almoçar comigo? Num cantinho o Sim , no outro o Não (que ele sabe que é Sim também).

Fazemo-nos deste pequenos mimos. Encontros quase clandestinos, só porque sim. Almoços quase sempre roubados à rotina dos dias. 

Depois do almoço, ele volta para o trabalho, e eu fico ali com a minha mota, a ler-lhe a vontade. Há no horizonte uma outra perspetiva da Serra do Montejunto. É o outro lado da montanha.

 

 

IMG_20160418_132945.jpg

 

 

Atrevo-me a deixar para trás o conhecido. Sigo sem rumo, sem horários para cumprir, que a noite se arrastou em relatórios pela madrugada.

Ofereço-me, primeiro, as curvas a que já me vou habituando, com as vistas do costume.

IMG_20160418_134657.jpgIMG_20160418_134931.jpg

 

E, na encruzilhada, opto pelo que é novo. Há um mundo por descobrir nesta minha Serra de Montejunto.

IMG_20160418_135452.jpg

IMG_20160418_140534.jpg

IMG_20160418_140825.jpg

 

Às vezes, muitas vezes, o medo também me impulsiona. Sinto um formigueiro na barriga, se passo por um caminho tentador, e volto para trás, e subo até ao alto, só pelo prazer de conseguir. Lá em cima, tenho o mundo a meus pés! 

IMG_20160418_141035.jpg

Desço, ainda sem rumo, pelo outro lado. Intrigo-me. Quantos lados tem uma montanha?

Apetece-me, já, um pouco do cheiro da maresia. Atravesso as terras que me levam até ao mar e, mesmo aqui, consigo descobrir coisas que nunca antes vira. Pergunto-me se isto já aqui estaria das outras mil vezes em que passei... de carro.

IMG_20160418_152246.jpg

 

O mar preparou-me uma surpresa e fez-se todo de suavidades. É Santa Rita, mas podia ser outra praia qualquer. Não interessa. O destino não interessa, apenas o caminho.

IMG_20160418_152802.jpg

Paro para um café, apenas. O tempo de começar a chover... 

IMG_20160418_153650.jpg

O tempo para a vontade de regressar a casa.

 

Boas curvas!

 

 

 

 

12
Abr16

O tempo dos dias

Dora Sofia

A vida é cheia destes dias em que, ao acordar, adivinhas as horas imensas, sem pausas, sem intervalos e que, ainda assim, chegado o final, percebes, ou nem percebes, como couberam tantas coisas nessa imensidão de dia: o trabalho, os filhos, as emoções, os medos, as dúvidas, os amigos... Sim, há dias assim. Felizmente, pudeste escolher a ementa para o almoço: curvas de Montejunto como prato principal e nuvens do céu como sobremesa.

IMG_20160411_115638.jpg

IMG_20160411_115258.jpg

Ando, pois, a brincar às escondidas com a chuva e a enganar o tempo dos dias, enquanto treino as minhas curvas em descidas. Se há vontade e há paixão, faça-se o caminho!

Boas curvas!

09
Abr16

Quando a chuva te dá... sol!

Dora Sofia

Estava cheiiiinha de saudades da Branquinha.

Fui buscá-la, mesmo debaixo da ameaça da chuva (aqui, lá, e pelo caminho), mesmo debaixo da previsível impossibilidade de andar nela nos próximos dias (esta chuva nunca mais nos vai deixar???), mesmo tendo de fazer a viagem sozinha... E fui!

Foi a minha primeira grande viagem sozinha. Bem, não sei se pode considerar-se grande, mas pelo menos 200 quilómetros é mais do que o meu costume. E, além disso, adorei!

Visitei a maninha que nunca me tinha visto de capacete e batom, ao vivo, e que aproveitou para fazer uma mini-sessão fotográfica. Gosto tanto do que os olhos desta fotógrafa conseguem ver em mim 

12970122_1208688589151709_1254371305_o - Cópia.jp

12980548_1208642492489652_1288718832_n.jpg

Pelo caminho tive de parar para vestir mais uma camisola, que isto de andar de mota com este frio não é para "meninas", e deliciei-me com um café solitário. Eu gosto de cafés solitários.

IMG_20160409_173127.jpg

E mesmo no final da viagem, o sol veio receber-me à porta de casa, a lembrar-me que quem não sai de casa por medo da chuva, também não encontra o sol!! 

IMG_20160409_182841.jpg

Por falar em sol, depois desta viagem, e porque, na verdade, andava tristinha, tristinha, resolvi que o Lés-a-Lés à pendura ainda não é uma história assim tão concluída... Agora que já tenho aqui, de novo, a minha Branquinha, vamos ver que episódios podemos escrever juntas, até porque, como eu digo sempre, a pergunta não é "quantos quilómetros já fizeste?", mas, sim, "quantos quilómetros ainda vais fazer?"

 Ah! Estão a ver o chão debaixo da Branquinha? É o parque de estacionamento (enorme!!) em frente à Quinta dos Loridos. Desafiei-me e dei duas ou três voltas pela área. Apeteceu-me ainda mais uma GS (Geland/Strasse). Os caminhos são TÃO tentadores!...

 

Boas curvas!

 

 

04
Abr16

Por entre os pingos da chuva

Dora Sofia

Há um ano atrás tinha-me prometido o Dia Nacional do Motociclista, com a MINHA mota. Deixei-me encantar pelo ambiente festivo, de partilha, de fé e de um certa comoção que paira no ar quando se dá a benção das motas e dos capacetes. 

Depois desse dia, tudo aconteceu. Prometi-me uma mota. Namorei-a e, apesar de não ser a tal (ainda!), estamos num relacionamento sériozinho, a conhecermo-nos devagarinho. Bem, segundo o homem da casa, devagarinho demais!!

A chuva ameaçou estragar-nos o fim-de -semana, e, imaginem!, ponderámos ir de carro, mas o prometido era devido e eu queria mesmo era andar de mota! Isso e a convicção - erradíssima!!! - de que a previsão do tempo teria uma margem para erro suficientemente grande para escaparmos às nuvens... enfim, a chuva persegue-nos! 

Lá fomos, metade vontade, metade paixão, até terras de Penafiel.

IMG_20160402_153652.jpgIMG_20160402_161152.jpg

A parte boa foi mesmo andar de mota, namorar, namorar, namorar (pois que a chuva convidava ao quarto de hotel) e andar de mota outra vez.

Mesmo com a chuva, as celebrações fizeram-se e ainda por lá havia uns quantos milhares tão loucos como nós. 

IMG_20160403_125240.jpg

IMG_20160403_144247.jpg

 Enquanto nos abrigávamos da chuva, íamos celebrando com um espumante, porque nem só de cerveja vive a malta das motas 

IMG_20160403_123231.jpg

 

A parte má foi que o rapaz diz que eu ando mesmo devagar (ainda não apanhei o jeito para aquelas curvas em descidas a pique nas montanhas do Norte; é que o fundinho é mesmo, mesmo, lá muito em baixo!); aliás, ando tão devagar que ele diz que conseguiu preparar toda a semana de trabalho, ler uma revista e consultar o e-mail, enquanto esperava por mim... quatro vezes!

Pois, já percebi! O lés-a-lés vai mesmo ter de ser à pendura este ano. Por um lado, estou longe dos 10000 km exigidos pela lei de "os entendidos é que sabem" e, por outro, arrisco-me a que, ultrapassada enfim a serra algarvia, o rapaz tivesse ficado velho de tanto esperar por mim... Se fico triste? Claro!!

Mas nós somos uma equipa e uma equipa é mesmo assim. 

IMG_20160402_153438.jpg

 

Ah! Ainda assim, acho que passei com distinção no curso de mota à chuva! E só esborratei um bocadinho de nada a maquilhagem...

IMG_20160403_152410.jpgIMG_20160403_134024.jpg

Boas curvas!!

 

 

 

01
Abr16

Começar pelo princípio... outra vez!

Dora Sofia

O De capacete e batom é uma visão feminina sobre o mundo das motas. Nasceu da vontade de partilhar as aventuras, as emoções e as histórias, com gente lá dentro, de uma sempre apaixonada por motas, que leva, finalmente, a vida de capacete e batom!

Não vou sozinha. Nunca vou sozinha. Mesmo quando pareço sozinha, divido a viagem com o homem da casa: é ele quem me ensina, quem me explica, quem me mostra, quem me guia... Por isso, e porque é sempre ele quem incentiva as brincadeiras que eu por aqui faço  com as palavras, este blog também é dele...  Bem, pelo menos uma parte!!

A nossa primeira viagem a quatro: dois motociclistas, duas motas... em pleno encontro amoroso num dos nossos refúgios favoritos para apreciar boa comida, melhor vinho, num ótimo ambiente. Reconhecem?? 

20151127_152514.jpg

 

 

 

Boas curvas!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D